GERALNotíciasSegurança

Mulher perde quase 40 mil reais em golpe pelo whatssapp em Jerônimo Monteiro

A vítima que mora em Jerônimo Monteiro no sul do estado do Espírito Santo, de 35 anos, compareceu a uma unidade policial para relatar que na última segunda-feira (01) por volta de 11h, recebeu uma mensagem de um número através do whatssapp, pessoa identificada como sendo sua cunhada, que reside na cidade de vitória, o nome e a foto no aplicativo realmente batiam com o perfil de sua parenta, mas o número diferia do contato que já estava salvo em seu telefone, e ela não percebeu.

As mensagens diziam precisar de um dinheiro com certa urgência, a vítima convencida de estar conversando com  sua cunhada, fez algumas transferências bancárias via pix, chegando ao total transferido de R$ 38.890,00 (trinta e oito mil oitocentos e noventa) reais.

Após as transferências, ela falou com o número de sua cunhada que estava salvo em seu aparelho, mas não conseguiu. Poucas horas depois, conseguiu falar com a cunhada, perguntou se havia recebido o dinheiro e se estava tudo certo conforme haviam conversado. Sua cunhada disse que não havia feito nenhuma solicitação de dinheiro via whatssapp, e nem se quer falou com ela em dias anteriores. Diante disso, a mulher percebeu que foi vítima de um golpe.

O delegado titular de Jerônimo Monteiro, Marcelo Meurer Ramos alerta, estão cada vez mais comuns estes tipos de golpes através de whatassap.

Os bandidos estão comprando chip de celular e colocando a foto de uma pessoa que eles querem usar para pedir dinheiro. Dessa forma, o bandido entra em contato com familiares e com clientes e diz que está com novo número de telefone. Todos estão sendo alvo desses golpes, é preciso tomar cautela como, por exemplo, fazer uma ligação de vídeo para confirmar quem é a pessoa que está outro lado. Esses bandidos possuem banco de dados com cadastro de várias pessoas por todo o Brasil, através de vazamentos de operações, bem como contas bancárias “laranjas” para recebem o dinheiro das vítimas.

O golpe é consumado quando a vítima não checa a informação. A vítima acredita que realmente naquela foto que está no perfil é da pessoa da família e termina fazendo a transferência.

É importante salientar também que estão ocorrendo com frequência a clonagem do número do whatssap, onde o golpista consegue “roubar” a conta do titular da conta e a partir daí começa a pedir dinheiro os contatos da vítima se passando por esta.  Nesses casos para dar maior segurança a conta do whatssapp é recomendado ativar um recurso de segurança onde o usuário poderá fazer a verificação em duas etapas, que é nada mais do que uma senha que é solicitada aos usuários de tempos em tempos.

Fonte: 90.5 FM.

Por Estevão Gomes 05/03/2021 – 14:40 hs

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Error