CuidadosFAMÍLIAGERALNotíciasSaúde

Cerca de 48% dos idosos com 80 anos ou mais caem pelo menos uma vez a cada dois anos

O ortopedista do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia Tito Rocha esclarece que as quedas de idosos frequentemente decorrem de problemas articulares ou de visão não tratados

Cerca de 48% dos idosos com 80 anos ou mais caem pelo menos uma vez a cada dois anos. É o que afirma o ortopedista Tito Rocha, do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia. De acordo com o Instituto, em locais como asilos, o índice de quedas pode aumentar para 50%.

O ortopedista esclarece que as quedas em idosos não estão necessariamente relacionadas a comportamentos de risco, mas frequentemente decorrem de problemas articulares ou de visão não tratados, bem como de doenças associadas ao próprio processo de envelhecimento.

“Então a pessoa idosa tem problema de visão, uma catarata e não cuida, não trata algum problema de audição, algum problema cardíaco. Problemas de saúde relacionados com o próprio envelhecimento, quando não tratados, podem levar a queda”, explica.

Após uma visita a uma farmácia localizada a menos de 100 metros de sua casa, a aposentada Célia Sampaio, de 74 anos, compreendeu a gravidade de uma queda para idosos. Atualmente, ela possui uma placa de titânio no braço.

“A calçada tinha uma pedra que estava levantada, com mais ou menos 15 centímetros. Eu não prestei atenção, tropecei e caí. As consequências foram que eu quebrei meu braço direito, tive algumas escoriações, pancada no joelho, mas o pior foi o braço mesmo, que foi fraturado e eu tive que fazer uma cirurgia e colocar uma placa”, conta.

Algumas atividades e comportamentos de risco podem aumentar a possibilidade de cair, assim como ambientes inseguros. Algumas dicas que podem evitar as quedas de acordo com o Ministério da Saúde são:

No quarto

  • Coloque lâmpada/lanterna e telefone perto da cama;
  • Os armários devem ter portas leves e maçanetas grandes para facilitar a abertura, assim como iluminação interna para ajudar na visualização dos pertences;
  • Dentro do armário, arrume as roupas em lugares de fácil acesso, evitando os locais mais altos;
  • Substitua lençóis e acolchoado por produtos feitos por materiais não escorregadios, como por exemplo, algodão e lã;
  • Não deixe o chão do quarto bagunçado.

Na sala e corredor

  • Organize os móveis de maneira que tenha um caminho livre para passar;
  • Instale interruptores de luz na entrada das dependências para que não seja necessário andar no escuro;
  • Mantenha fios de telefone, elétricos e de ampliação fora das áreas de trânsito; nunca debaixo de tapetes;
  • Nas áreas livres, coloque tapetes com as duas faces adesivas ou com a parte debaixo não deslizante;
  • Não sente em cadeira ou sofás baixos, porque o grau de dificuldade exigido para se levantar é maior. Além disso, estes devem ser confortáveis e com braços;
  • Remova peitoril de porta maior que 1,3 m.

Na cozinha

  • Remova os tapetes que promovem escorregões;
  • Limpe imediatamente qualquer líquido, gordura ou comida que tenham sido derrubados no chão;
  • Armazene a comida, a louça e demais acessórios culinários em locais de fácil alcance;
  • As estantes devem estar bem presas à parede e ao chão para permitir o apoio quando necessário;
  • Não suba em cadeiras ou caixas para alcançar os armários que estão no alto;
  • A bancada da pia deve ter de 80 a 90 cm do chão para permitir uma posição mais confortável ao se trabalhar.

Na escada

  • Interruptores de luz devem estar instalados tanto na parte inferior quanto na parte superior da escada. Outra opção é instalar detectores de movimento que podem fornecer iluminação automaticamente;
  • A escada deve estar iluminada do princípio até o fim;
  • Mantenha uma lanterna guardada em algum lugar próximo, em caso de apagão;
  • Remova os tapetes que estejam no início ou fim da escada;
  • No caso de carpete fixo, selecione aquele que tenha cor sólida (sem desenhos ou muitas formas) para que seja possível visualizar claramente as bordas dos degraus;
  • Coloque tiras adesivas antiderrapantes em cada borda dos degraus;
  • Instale corrimões por toda a extensão da escada, em ambos os lados. Eles devem estar em uma altura de 76 cm acima dos degraus.

No banheiro

  • Coloque um tapete antiderrapante ao lado da banheira ou do box para sua segurança na entrada e saída;
  • Use tiras antiderrapantes dentro da banheira ou no chão do box;
  • Instale barras de apoio nas paredes do banheiro;
  • Duchas móveis são mais adequadas;
  • Mantenha algum tipo de iluminação durante a noite;
  • Substitua as paredes de vidro do box por um material não deslizante;
  • Ao tomar banho, utilize uma cadeira de plástico firme com cerca de 40 cm, caso não consiga se abaixar até o chão ou se sinta instável.

Além da preocupação com o ambiente, é essencial considerar a saúde do idoso, vestimentas e outros fatores relevantes como:

  • Realização de exames oftalmológicos e físicos anualmente, em específico para detectar a existência de problemas cardíacos e de pressão arterial;
  • Manter na dieta uma ingestão adequada de cálcio e vitamina D;
  • Banhos de sol diariamente;
  • Participação de programas de atividade física que visem o desenvolvimento de agilidade, força, equilíbrio, coordenação e ganho de força do quadríceps e mobilidade do tornozelo;
  • Utilização de sapatos com sola antiderrapante;
  • Amarrar o cadarço do calçado de forma firme e segura;
  • Substituir os chinelos que estão deformados ou muito frouxos;
  • Usar uma calçadeira ou sente-se para colocar o sapato;
  • Evitar sapatos com salto ou com sola lisa;
  • Evitar ingestão excessiva de bebidas alcoólicas;
  • Manter uma lista atualizada de todos os medicamentos que está tomando ou que costuma tomar —  e dê para os médicos com quem faz consulta;
  • Informar-se com seu médico sobre os efeitos colaterais dos remédios que está tomando;
  • Certifique-se de que todos os medicamentos estejam claramente rotulados e guardados em um único local;
  • Tomar os medicamentos nos horários corretos e da forma orientada pelo médico.

Veja Mais:

Amazonas: Polícia Civil recebe, a cada semana, cerca de 70 denúncias de crimes contra idosos
Governo do Amazonas oferece atendimento integral a idosos

Fonte: Brasil 61

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Error